Surpresas que a SICI nos traz…..

Tags

, , ,


Olhem esta foto….já aconteceu isso com vocês?

É a segunda vez que acontece esse episódio comigo…td bem….td bem, entre uma vez e a outra houve a passagem de uns 3-4 meses (mas mesmo assim acho muito próximo).

Foi no sábado, almocei e fui tirar aquele cochilinho básico, e acordei depois de horas como aquele gosto seco na boca, que só nos conhecemos bem e a vontade característica de ir ao banheiro de uma HIPER.

Levantei da cama e notei que a bomba ficou, como a “quebra” foi no cateter a Bomba não apitou avisando de oclusão, como as gotas estavam saindo normal, a Sic interpretou que o funcionamento estava Ok.  E eu percebi apenas quando a glicemia já havia chegado no 409 😦

Pois é, a SIC é ótima, mas ainda exige atenção redobrada para algumas circunstâncias…

Vocês já passaram por situações como esta?

P.s: A SICI que uso e que está mostrada na foto é a Accu-check Combo.

Abs
Nath

 

 

 

 

Anúncios

Dicionário de Diabetes

Tags

, ,


Nessa nossa vida de Diabetes, estamos absorvendo a cada dia uma informação nova, seja uma nova terminologia, um novo tratamento, sem falar na famosa Contagem de Carboidratos, que nos faz decorar a quantidade que cada alimento possui .

Para ajudar, elaborei um pequeno dicionário de diabetes.
Vejam abaixo:

Cetonúria – Medida de Cetonas na Urina. 
Cetonemia –
Dosagem de cetona no sangue.
Cetoacidose Diabética – Descompensação grave do diabetes.
Coma Hipoglicêmico – Coma por grande queda da glicemia.
Descompensação do diabetes – Aumento das taxas de Glicemia gerando aumento de sede, fome e volume da urina, geralmente acompanhada de perda de peso e prostração.
Edulcorantes – Adoçantes dietéticos.
Glicemia
– Medida de glicose (açucar) no sangue.
Glicosímetro – Aparelho portátil, medidor de glicemia.
Glicosúria – Medida de Glicose na Urina.
Hipoglicemia – Queda dos valores glicêmicos
Hiperglicemia – Alta dos valores glicêmicos.
Hipoglicemico orais – Comprimidos para tratamento do Diabetes.
Insulina suina – Insulina extraída do pancreas do porco.
Insulina mista – Mistura de insulinas extraídas do pancrêas do porco e do boi.
Insulina humana – Insulina obtida por engenharia genética, igual à humana.

E você? Conhecia todos estes termos?
Tem algum termo que você tem curiosidade em saber o significado?

Abs
Nathália


Decisão pela SICI (foi também mais uma batalha familiar…)

Tags

, , , ,


Desde que tenho diabetes a espera é constante e sempre a mesma: Avanços no tratamento…acho que com vocês deve acontecer o mesmo, não é mesmo?

Pois bem, há muito se falava sobre “Bomba de Insulina”, e sempre era pauta nas consultas médicas, até que finalmente a possibilidade era concreta. A SIC já estava no Brasil e alguns pacientes já estavam comprando e tendo grandes melhorias no tratamento.

O que era para ser um passo no tratamento virou discussão rotineira em família, e pelos grupos, blogs e afins; vejo que não foi só em casa que aconteceu desta maneira, em muitas famílias essa discussão ainda é presente.

Primeira coisa que tenho à dizer aos pais: Calma…tudo tem seu tempo.
Primeiro coisa que tenho à dizer aos filhos diabéticos: Justifique….apenas dizer não, não é convincente.

Meu pai queria que eu aderisse à bomba de qualquer maneira, afinal melhoraria muito o tratamento. E eu não queria de maneira alguma, afinal, que coisa chata devia ser andar com um negócio pendurado 24 horas por dia.

Depois de muita discussão e passar do tempo (não foi 1 dia, nem foi 1 mês, foram meses) acabei colocando a Bomba e hoje amo, mas mesmo assim acho que todo esse tempo foi o ideal, a SIC é ótima, mas é preciso muita disposição e vontade para colocar e se adeptar.
Usar a SICI “forçada” não seria uma boa opção, poderia criar repulsa de um tratamento ótimo…tudo tem sua hora 😉

Acho que esse post já está ficando grande demais se deixar não paro de escrever..
Nós próximos falarei sobre Prós e Contras e como decidi aderir à terapia e porque?
Desta vez meu objetivo era mostrar a todos que com calma chegamos à um consenso,  era mostrar aos pais que entendemos seu desejo de oferecer aos filhos o que há de melhor, porém quem vai usar é o diabético, então só ele para entender qual a melhor hora.

Grande abraço e um excelente 2012
Nathália

P.s.: Fico no aguardo da opinião de vocês…

 

 

 

 

Pais x Filhos – O controle da Diabetes


Esse é um post aos pais, mas que com certeza ajudará os filhos diabéticos…

Não posso generalizar, não conheço cada um de vocês, cada pessoa tem sua personalidade, cada família tem suas relações…mas acho que posso sim dividir minha experiencia e quem sabe ajudar….

Descobri minha Diabetes com 13 anos, desde pequena sempre tive uma necessidade de ser independente, de mostrar ao mundo que resolvia minhas coisas sozinha e de repente eu estava com Diabetes, uma doença que por si só exige muito controle e que há 12 anos atrás exigia muito mais e ainda muitas privações.
Hoje entendo meus pais, para eles também tudo era novidade e preocupante, mas para mim todo aquele cuidado era sufocante, todas aquelas privações e novas regras era sufocante e para complicar a adolescência chegando e trazendo ainda mais “stress.”

Tinha que anotar tudo, o que eu comia, a que horas comia, fazer exame toda hora, não poder comer uma série de coisas, sempre ter que comer exatamente no mesmo horário e as mesmas quantidades, se não obedecesse as regras passava mal e mesmo fazendo certinho às vezes o destro dava resultados inesperados. Para completar vivia com as constantes perguntas dos meus pais, quanto deu o destro? Mas a que horas vc fez? E o anterior quanto tinha dado? Mas pq deu esse resultado? O que vc comeu diferente? Pq vc comeu mais tarde? etc, etc, etc

Minha vontade era gritar…..Não sei…To de saco cheio…não adianta me questionar, às vezes, fazemos tudo certinho e o resultado é algo inesperado…O que fazer?
Eu como perfeccionista que sou já me exigia muito, e ter que ficar explicando onde eu errei era sufocante, ao mesmo tempo, entedia que aquilo não era por mal, não era para me cobrar , era puro e simples cuidado e preocupação.

Mas o que fazer?

Conclusão: Fui para a psicóloga e a ideia dela foi muito simples e muito boa.
Eu precisava anotar tudo no caderninho (o famoso diário de glicemia) e deixar este em um lugar de fácil acesso para meus pais (deixava na cozinha).
Do meu lado eu me comprometia em anotar tudo, meus pais se comprometiam a não me questionar, a sanar a curiosidade e preocupação olhando os resultados no diário. E os questionamentos, o stress guardávamos para as consultas médicas!!!
A ideia era simples e funcionou bem….

Pais, nós entendemos vocês, mas por favor nos entendam tbm 😉
Assim como sabemos que vocês só querem o nosso bem, saibam que nós também não temos como objetivo nos agredir, fazer coisas erradas nos faz passar mal e por mais “revolta” que podemos estar às vezes com a Diabetes, não queremos passar mal, pois sabemos que além dos efeitos a longo prazo, o passar mal nos atrapalha no agora.

Dica: Acompanhe seu filho, mostre que se preocupa com seu filho, mas deixe a parte chata, as broncas, os questionamentos para o médico…afinal, ele é também para isso que ele está lá….para evitar que a doença se torne motivos para crise familiar.

Grande abraço e Feliz 2012 à todos!!!
Nathália Assumpção

P.s.: Por favor, depois de ler deixe seu comentário, fale se concorda ou não e de suas sugestões, dividam conosco as “técnica” desenvolvidas ao longo dos anos com Diabetes.

Perguntas que somos obrigados a encarar no dia-a-dia!!!


Que levante a mão, quem aqui nunca omitiu ter Diabetes para evitar as perguntas que com certeza viria, quem nunca deixou de fazer um destro em lugar público, para evitar a curiosidade alheia?

Eu assumo, já fiz os 2!!!

Sabemos que devemos entender, o ser humano é curioso e a curiosidade que move as novas descobertas e até quem sabe a conscientização.
Uma pergunta de curiosidade poderia ser sempre uma grande chance para nós conscientizarmos uma nova pessoa, mas há dias que não dá, não é mesmo?

Me canso de ouvir:
– Nossa tem diabetes? Tão novinha e bonitinha e já doente.
– Nossa tem diabetes? Ah! Comia muito doce né!
– Você toma insulina? Nossa sua diabetes é a da mais grave então!!! ( Ai que vontade que tenho de gritar….NÃO!!!….DM1 e DM2 são diferentes, mas uma não é mais grave que a outra).
– Você toma injeção todos os dias? – Não só todos os dias, mas de 5 a 8 vezes por dia. – Nossa! e não dói não? ( pessoal, não tenho escolha, não posso pensar se doi  ou se incomoda, essa é minha vida e pronto!!!)

Acho que poderia passar o dia aqui escrevendo as frases que ouvimos todos os dias, não é mesmo???

Mas aos poucos vamos desenvolvendo nossas próprias estratégias, sempre costumos responder que SAREI, quando como algum doce normal e as pessoas me questionam se eu não tinha diabetes….kkk
Às vezes, estou tranquila e explico calmamente que hoje em dia se pode sim comer doces, é só fazer a contagem de carboidratos e tomar insulina certinho, mas tem dia que é muito mais simples dizer que fiz uma simpatia e sarei…rsrsrs

E vocês? O que mais incomoda no dia-a-dia?

Abs
Nathália

 

 

 

 

Porque decidi criar o Blog?

Tags

,


Boa Noite amigos de Diabetes ou ainda “simpatizantes”…..heheh

Sou diabética tipo 1 há 13 anos, mas acho que só virei “amiga” de verdade da minha Diabetes este ano, e como amiga passei a ler muito mais sobre, a me interessar e querer compartilhar com o mundo meus sentimentos, dores e expectativas.

Nessa minha busca por novas informações, percebi que há sim alguns e excelentes blogs sobre diabetes, porém em maioria (minha vontade foi escrever todos, mas não posso generalizar) são escritos por pais e mães de diabéticos. Acho essa atitude louvável,  imagina hoje mais velha o quão desesperador deve ser para os pais descobrirem a tal doença do filho, e hoje pensando um pouco no meu passado, reflito e acho até que meus pais sofreram mais que eu.

Mas e nós?
E nosso sentimentos? E nossas vontades?
Os pais sabem, sentem um pouco, mas não são propriamente os diabéticos!!!

Por isso resolvi criar o Blog, para dividir com vocês essas conquistas e angustias.
E acredito que ainda quem sabe poderei até mesmo ajudar os pais a entenderem um pouco mais sobre os filhos, vejo na internet muitos pais inconformados por poderem oferecer o melhor tratamento ao filho e estes não aceitarem, dispostos a comprar a SIC para os filhos e estes não quererem…..e não conseguem entender o por quê…

Enfim, vou encerrar aqui, pois já estou cheia de ideias de novos posts e se me conheço posso virar o dia e a noite escrevendo sem parar….mas acho melhor um post por dia né!!! 😉

Mas por favor, não deixem de me enviar sugestão e perguntas….qual assunto vocês mais querem ouvir?
O que vocês gostariam de gritar para os pais, mas não podem?
O que vocês gostariam de entender nos filhos, mas não conseguem? 

Grande abraço.
Nath